fbpx

Compartilhe
Pin It

Logotipo: Agência CNI de Notícias - Uma indústria de conteúdo.

Pró-reitora apresentou, nesta sexta-feira, o processo de implantação das novas Diretrizes Curriculares Nacionais de Engenharia na instituição, durante o 4° debate sobre o tema promovido nas redes sociais da CNI

senai041120A formação prevê três perfis: pesquisador, técnico e empreendedor

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) Cimatec, em Salvador (BA), está em processo avançado de implantação das novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) de Engenharia para formar o engenheiro do século 21. O curso de graduação da instituição foi redesenhado, com apoio do setor produtivo, para permitir a formação de pelo menos três novos perfis profissionais: o pesquisador acadêmico, o técnico-gestor e o empreendedor. 

“A nossa ideia é que tenhamos uma fábrica de startups”, explicou a pró-reitora Administrativa, Tatiana Ferraz. “Ao final do processo do curso de cinco anos de Engenharia, esperamos ter empresas também, com pessoas na liderança com perfil técnico e empreendedor, levando mais inovação e transformação para nossa indústria e a sociedade”, afirmou, durante o 4° debate online sobre a implantação das DCNs, promovido pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) nas redes sociais da Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

O projeto de inovação acadêmica do SENAI Cimatec, iniciado em 2017, que teve mais de 70 pessoas envolvidas, estruturou um novo currículo, prevendo os três percursos formativos, com foco na formação por competências preconizada pelas DCNs. Nesse processo, foram ouvidos representantes de empresas, como a Braskem, a Totvus e a Renault, que apontaram o perfil profissional desejado do futuro engenheiro. No modelo, que enfatiza a aprendizagem ativa e a prática, os estudantes começam a desenvolver projetos desde o primeiro semestre.

Capacitação do docente também é essencial para modernizar a Engenharia

As Instituições de Educação Superior têm até 2023 para modernizar a graduação, a fim de que os profissionais formados na área sejam agentes de inovação, de acordo as novas DCNs, homologadas em abril do ano passado. A norma deu maior autonomia às instituições de educação para desenhar currículos segundo suas prioridades e contexto de atuação. Os novos modelos curriculares devem estimular a experimentação e dar protagonismo aos alunos no processo de aprendizagem, assim como desenvolver competências técnicas e socioemocionais. 

Na avaliação da pró-reitora do SENAI Cimatec, entre os grandes desafios de implantação das novas Diretrizes está a avaliação por competências, que exige uso de ferramentas de mensuração que vão além de provas escritas. Outro ponto fundamental é a capacitação do professor para permitir que ele melhore o processo de ensino baseado na prática. Para isso foi criado um programa de formação docente, que conta com editais de fomento à qualificação.

A instituição foi uma das oito selecionadas pelo Projeto de Modernização da Graduação da Coordenação de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Comissão Fulbright. O objetivo é modernizar o ensino superior brasileiro, como foco inicial na Engenharia, em cooperação com instituições dos Estados Unidos.


“O docente em Engenharia precisa ter uma série de características, como pensamento sistêmico, a criatividade para ser capaz de criar, planejar, implementar e avaliar situações de aprendizagens ativas com foco no desenvolvimento, em simulação, implementação, operação de sistemas de Engenharia”, explicou Tatiana Ferraz.


Articulação entre universidades e empresas precisa ser permanente

O novo modelo propõe o envolvimento dos estudantes em projetos desde o primeiro semestreO novo modelo propõe o envolvimento dos estudantes em projetos desde o primeiro semestre

Durante o debate, a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, propôs a organização de um fórum anual para que gestores de empresas e de escolas debatam a agenda educacional na área, tendências nacionais e globais, demandas e formas de colaboração. “Isso permitiria engajar mais amplamente as empresas nesse debate, envolvendo-as na identificação e definição de ações prioritárias e na promoção de melhores práticas”, defendeu.


“Falta aprimorarmos a cultura de articulação entre universidade e empresa, tão importante para a agenda de tornar o Brasil e as empresas mais inovadores e com isso gerar desenvolvimento econômico e social”, destacou Gianna Sagazio. 


O reitor do Instituto Federal de São Paulo, Eduardo Antônio Modena, concordou que é necessário debater as boas práticas de modernização dos cursos, pois a implantação das novas Diretrizes é um grande desafio. “O que há de bom, a gente precisa aproveitar. Estamos engajados nas melhores práticas para esse belo edifício ser colocado em pé”, argumentou. Participaram também do debate online o coordenador do curso de Engenharia Eletrônica da Unifei, Rodrigo Maximiano Antunes de Almeida, e o diretor global de Inovação e Tecnologia da Braskem, Gilfranque Leite.

A CNI, por meio da Mobilização Empresarial pela Inovação, participou da construção de documento produzido pela Comissão Nacional de Implantação das Diretrizes Curriculares de Engenharia, coordenada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). O documento contém orientações relevantes baseadas em evidências, assim como experiências bem sucedidas para estimular e acelerar o processo de modernização dos cursos nas escolas de Engenharia de todo o país. 

 

Fotos: Miguel Ângelo e José Paulo Lacerda
Da Agência CNI de Notícias

 

 

 

 

FONTE: https://noticias.portaldaindustria.com.br/noticias/inovacao-e-tecnologia/senai-cimatec-redesenha-curso-de-graduacao-para-formar-engenheiro-do-seculo-21/

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

MetSul Massa de ar de enorme intensidade chega ao Sul do país na próxima semana com temperatura...
Jéssica Gotlib Presidente convidou o homem a uma live e reforçou a fala racista dizendo que ele...
Brasil247 Foto: Reprodução Ativistas de direitos humanos, jornalistas e advogados em todo o mundo...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Pe. Ademir Guedes Azevedo, cp. Tem-se a impressão de que há um grande pessimismo em relação à época na qual vivemos. Por um lado, tudo é demonizado e nada vale a pena, pois só o passado era a única coisa mais bela desse mundo. Lá éramos felizes e...

Helio & Deise Peixoto “O tolo orgulhoso sofre por causa das coisas que diz, mas os sábios são protegidos pelas suas próprias palavras.”Provérbios 14:3 {loadposition apoiador-estilo-vida} Sabemos quão importante é obedecer à Palavra de Deus...

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account