fbpx

Compartilhe
Pin It
Gustavo de Sá

Com ares de crossover, novo Mégane terá motor elétrico de 217 cv e autonomia de 450 km

renaultmegane090621

A Renault revelou as primeiras imagens oficiais na nova geração do Mégane – ainda com camuflagem – que estreará em versão 100% elétrica, chamada de E-Tech Electric. O lançamento do novo Mégane acontecerá nos próximos meses.

Ainda que o protótipo final apresentado esteja com camuflagem estilizada com o novo logotipo da Renault, é possível ver que o modelo de produção herdará diversas características do conceito Mégane eVision, com estilo de crossover, usando recursos de hatches e SUVs. Entre eles, estão os faróis afilados com luzes diurnas em forma de Z no para-choque, lanternas interligadas, área envidraçada reduzida e maçanetas embutidas na carroceria.

As rodas, de 18”, têm desenho que possivelmente privilegia o menor arrasto aerodinâmico e acabamento diamantado. Baseado na plataforma CMF-EV, o novo Mégane E-Tech Electric deve ter medidas externas muito próximas às do conceito, com 4.210 mm de comprimento, 1.800 mm de largura, 1.606 mm de altura e distância entre eixos de generosos 2.700 mm.

O modelo traz motor elétrico de 217 cv de potência e 30,6 kgfm de torque – a marca não informou se a tração é dianteira ou traseira. Com bateria 60 kWh de capacidade, o crossover terá autonomia homologada de 450 km pelo ciclo WLTP. A produção do novo Mégane será em Douai, na França. No lançamento do crossover, deverão ser anunciadas versões com motor a combustão, incluindo variantes híbridas plug-in.

Fotos: Divulgação

 

 

 

 

FONTE: https://revistacarro.com.br/renault-mostra-prototipo-final-do-novo-megane-eletrico/

 

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que motos ficarão isentas do pagamento de pedágios. Segundo ele, a isenção será oferecida nas próximas concessões de rodovias federais. No ano passado, o presidente já havia indicado o interesse em possibilitar a isenção.

bolsonaro motos250521

Bolsonaro anuncia que motos ficarão isentas do pagamento de pedágios (Imagem: Marcos Corrêa/PR)

Após alguns dias de conversa com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o presidente afirmou que os motociclistas não pagarão pedágio nas novas concessões do Brasil.

De acordo com Bolsonaro, a iniciativa passará a valer na próxima concessão da Rodovia Presidente Dutra (BR-116), que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. Ele ainda disse que a medida poderá ser utilizada nas concessões que serão realizadas no Paraná.

Em 2018, o deputado Evandro Roman havia criado um projeto de lei que defendia o fim desta cobrança para motociclistas. Como argumento, foi indicado que as motos são leves, de forma a não causar danos no pavimento.

Em setembro do ano passado, o presidente havia solicitado ao Ministério da Infraestrutura a isenção da tarifa para motos no edital de concessões rodoviárias. No início deste mês, Bolsonaro retomou o assunto com apoiadores. Nesta ocasião, ele alegou que não seria possível modificar os contratos em vigor.

Motos ficarão isentas do pagamento de pedágios com contrapartida

Conforme a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodoviárias (ABCR), a isenção do pedágio para motos resultaria em um impacto negativo de 5% na receita das concessões. A entidade entende que o custo seria repassado a outros tipos de veículos.

Em nota, o Ministério da Infraestrutura apontou que a iniciativa resultará um impacto de até 1% nas demais tarifas. Segundo apurado por Estadão/Broadcast, os estudos de isenção estão quase prontos.

Com relação à possível isenção da Dutra, o benefício aos motociclistas resultará em um impacto médio de 0,5% nas tarifas pagas pelos demais usuários. Já sobre o Paraná, a gratuidade deve implicar em variação entre 0,31% e 0,60% no pedágio de carros e caminhões.

A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), segundo apurado pelo Extra, informa que os motociclistas representam 2% do fluxo nas estradas. No entanto, estes motoristas representam 20% dos acidentes — o que resulta em gastos da concessionária.

 

 

 

 

FONTE: https://fdr.com.br/2021/05/25/bolsonaro-anuncia-que-motos-ficarao-isentas-do-pagamento-de-pedagios/

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It
Gustavo de Sá

Ação de vendas da fabricante dá desconto de R$ 5 mil para a versão básica do Argo

fiat argo170521

A Fiat anunciou ação de vendas para o Argo com desconto de R$ 5 mil sobre o preço de tabela. A versão básica do hatch, chamada apenas de 1.0, é oferecida na promoção por R$ 54.890, ante os R$ 59.890 do preço regular. O valor deixa o Argo 1.0 mais barato que o Uno, que passou a ser vendido em versão única, Attractive, por R$ 56.190.

O desconto de R$ 5 mil para o Fiat Argo 1.0 2021 será oferecido em todas as concessionárias da marca no Brasil até o próximo sábado (22). A oferta é válida para unidades na cor externa preto Vulcano e sem opcionais, todas a pronta entrega. Além do bônus na compra à vista, a marca também preparou duas opções especiais de financiamento: prazo de 60 meses com parcelas de R$ 526 (com entrada de 60%) ou 48 parcelas de R$ 1.070 (com entrada de 30%).

A versão básica do Argo traz de série direção com assistência elétrica, ar-condicionado, chave canivete com telecomando, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros, computador de bordo e ajuste de altura para o volante. Na comparação com a opção Drive 1.0 (R$ 65.890 na tabela), o Argo de entrada não dispõe de central multimídia ou sistema de som, pintura nas maçanetas externas e retrovisores e limpador/desembaçador do vidro traseiro.

O Argo traz motor 1.0 Firefly flex, de três cilindros, que produz 77/72 cv de potência e 10,9/10,4 kgfm de torque. Mais moderno, supera os números do antigo 1.0 Fire oferecido no Uno Attractive, com 75/73 cv e 9,9/9,5 kgfm. Em ambos, o câmbio é manual de cinco marchas.

Fotos: Divulgação

 

 

 

 

FONTE: https://revistacarro.com.br/fiat-argo-fica-mais-barato-que-uno-em-promocao/

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It
Ricardo Meier

Nova integrante da família Sport Heritage, que já conta com XSR900 e a XSR700, modelo utiliza a mesma base da esportiva RS125 e da naked MT-125

yamaha130521Yamaha XSR125 2021 | Imagem: Divulgação

O passado e o futuro num mesmo ângulo de imagem? Parece coisa de cinema, mas é um resumo da linha Sport Heritage, da Yamaha. A fabricante japonesa soube como ninguém unir elementos clássicos com itens modernos para criar motocicletas extremamente agradáveis ao olhar.

Agora, a família ganha mais uma integrante, a XSR125, a ‘Father Sons’ caçula do portfólio, como a marca se refere ao modelo. Embora apareça ao lado da tricilíndrica XSR900 e da bicilindrica XSR700, a nova moto é mesmo uma releitura dos modelos RS125 e MT-125, dos quais aproveita vários componentes.

Curiosamente, a motocicleta não é exatamente inédita já que a Yamaha lançou um modelo bastante semelhante nas Filipinas no ano passado, a XSR155.

O motor monocilíndrico de 4 tempos e 15 cv de potência e que utiliza o acionamento de variável de válvulas (VVA), o chassi de aço e a altura do assento de 810 mm são alguns itens que vieram das suas colegas de 125cc. Mas a XSR125 é um primor estético, com seu tanque arrendondado, faról circular e assento reto que remetem ao passado.

Ao mesmo tempo estão lá vários detalhes modernos como luzes de LED e painel com tela circular digital. A XSR se beneficia do eficiente motor que atende a legislação Euro 5 e oferece bom torque em baixas rotações ao mesmo tempo em que promete uma pilotagem fácil, reforçada pela suspensão com garfos dianteiros invertidos de 37 mm.

Yamaha XSR125 2021 Imagem: Divulgação

A XSR125 possui entreeixos de 1.330 m, 5 mm menor que o da MT-125, e freios a disco com ABS de canal duplo. Apesar do estilo inconfundível, a Yamaha ainda disponibiliza dois pacotes de acessórios, o Kit Race que consiste de placa com a numeração frontal da tampa do farol e placas de matrícula laterais, e o Kit Urban, que apresenta um defletor de vento, tampa lateral do motor em alumínio e tampa lateral do radiador.

Prevista para ser lançada na Europa em junho, a XSR125 custará 4.450 libras no Reino Unido, um pouco mais em conta que a RS125 e a MT-125. Ou seja, uma opção bastante interessante para quem quer mais que uma moto urbana comum.

 

 

 

 

FONTE: https://www.motoo.com.br/xsr125-a-yamaha-apresenta-sua-nova-moto-retro-moderna/

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It
Por Redação Hypeness

O mercado de carros elétricos teve um crescimento incrível na última década. Havia 7,2 milhões de na estrada em 2019, apesar de haver menos de 20 mil em uso apenas nove anos antes. Novos modelos de veículos que não precisam de combustível surgem o tempo todo – e o Kenguru é facilmente um dos mais interessantes.

kenguru120521Kenguru é o primeiro carro elétrico feito para cadeirantes

Em um mercado inovador e competitivo, o Kenguru consegue se destacar de outros carros do mesmo tipo. Não é o carro elétrico mais rápido, nem tem o maior alcance, mas tem uma notável reivindicação à fama, afinal é o primeiro carro elétrico feito especificamente para usuários de cadeiras de rodas.

Conforme detalhado pelo Relatório de Frota Limpa, ele tem apenas uma porta – localizada em todo o painel traseiro – para que um único cadeirante possa entrar. Pressionar um botão faz com que a porta se levante e abra uma rampa para fácil acesso.


A entrada é pela parte de trás e o veículo acomoda perfeitamente uma pessoa e sua cadeira.

No lugar de volantes e pedais, o Kenguru utiliza o guidão, com botões de aceleração e freio, como controles direcionais. Para abrir espaço para uma cadeira de rodas, é claro que não há assentos dentro e os motoristas são mantidos seguros quando estão na estrada com um mecanismo de travamento para cadeira de rodas.

Com um peso de 290 kg sem baterias, o Kenguru é considerado incrivelmente leve para um carro compacto, que pesa em média 1300 kg. Na verdade, é tão leve que cai na categoria da scooter elétrica. Tanto é assim que os passageiros nem precisam de carteira de motorista para usá-lo.

Em geral, o Kenguru não compartilha as especificações competitivas de carros elétricos típicos, cavalos de força incluídos – ele atinge uma velocidade máxima de 28 mph e opera em uma faixa de 69 a 109 km. No entanto, é uma opção viável para usuários de cadeiras de rodas que precisam viajar longas distâncias.

O Clean Fleet Report também aponta que o Kenguru tem um preço acessível de US $ 25 mil, que é muito mais baixo do que os preços de US $ 40 mil a US $ 100 mil dos veículos acessíveis a cadeiras de rodas.

Um veículo como o Kenguru é um sinal positivo para o mercado de veículos elétricos. Os fabricantes estão fabricando produtos com um público mais diversificado. Existe um automóvel adequado para praticamente todos.

À medida que mais desses veículos elétricos de nicho aparecerem, os carros elétricos como um todo serão mais atraentes. Eles continuarão a crescer e as emissões cairão como resultado. O Kenguru pode ser um carro pequeno, mas representa um grande passo à frente.

A expectativa é que os preços de carros e utilitários elétricos diminuam ao longo dos anos. É pelo menos o que aponta o estudo da Bloomberg New Energy Finance (BNEF). Esses veículos devem ter um custo de produção mais baixo e poderão representar 100% das vendas de veículos novos na União Europeia (UE) até 2035.

 

 

 

 

FONTE: https://www.hypeness.com.br/2021/05/primeiro-carro-eletrico-para-usuarios-de-cadeiras-de-rodas-que-nao-demanda-habilitacao/

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It
Guilherme Fontana

A Renault elogiou o desempenho do Brasil no mercado global e prometeu elevar o patamar da marca por aqui, trazendo modelos de maior relevância e refinamento a partir de 2023. A estratégia vai de encontro com os planos desvendados por QUATRO RODAS para o futuro de Sandero e Logan no país.

aspromonte060521© Renato Aspromonte/Quatro Rodas Projeção Renault Sandero Stepway XJF 2022

Durante uma conferência realizada nesta quinta-feira (6), o CEO global da francesa, Luca de Meo, afirmou que apesar de o mercado brasileiro enfrentar tempos difíceis, "existe uma visão muito clara" sobre o futuro da empresa no Brasil: "vamos elevar a Renault a um novo patamar".

"Vamos ter novos produtos a partir de 2023 e 2024 e vocês podem esperar que a Renault se torne uma marca de maior valor agregado", apontou de Meo. O executivo afirmou ainda que a intenção é tratar o Brasil de forma equivalente ao mercado europeu e que há grande confiança de que a América Latina será um dos pilares do desenvolvimento global da marca.

Por isso, além de Russia, Turquia e Índia, o Brasil segue como um dos principais focos da fabricante como um de seus "mercados históricos de alto potencial e com uma forte presença local".

Um nível acima

O crescimento de patamar no Brasil anunciado pelo CEO da marca, além do tratamento alinhado com a Europa, confirmam as apurações de que a nova geração do Sandero chegará por aqui refinado como um carro europeu.

Mesmo ainda sem a aprovação da matriz, a filial brasileira já trabalha no projeto identificado pelo codinome XJF, que inclui Sandero, Logan e Stepway. Por aqui, os modelos serão diferentes dos Dacia e terão aparência mais próxima dos europeus Clio e Megane.

A intenção é torná-los independentes da marca romena e elevar a percepção de qualidade para deixar no passado a ideia de baixo custo, e brigar diretamente com Volkswagen Polo, Chevrolet Onix e Hyundai HB20. Todos os concorrentes ganharam visual e equipamentos mais sofisticados nos últimos anos.

Investimento bilionário

No primeiro trimestre deste ano, a Renault anunciou um investimento de R$ 1,1 bilhão para o Brasil. O aporte será destinado ao complexo industrial de São José dos Pinhais (PR) e possibilitará a continuidade a alguns projetos.

O primeiro deles deverá ser a reestilização do Captur, que também ficará responsável pela estreia do motor 1.3 turbo flex da marca. Em seguida, estão nos planos novidades para Kwid (reestilização e a adoção do motor 1.0 utilizado no Sandero), Oroch (que se aproximará do novo Duster) e a van Master (alteração visual).

Entre os elétricos, a fila foi puxada pelo novo Zoe, mas há a expectativa de que o Mégane eVision também chegue por aqui.

 

 

 

 

FONTE: https://www.msn.com/pt-br/carros/noticias/com-carros-melhores-at%c3%a9-2023-renault-quer-brasil-igual-a-europa/ar-BB1gqVf5?li=AAvXh0u

Escrever um comentário (0 Comentários)

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Metro World News Há oportunidades para enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, entre outros /...
Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account