fbpx

Compartilhe
Pin It

por Guilherme Augusto 

A Yamaha Fazer 150 foi a primeira motocicleta de 150 cilindradas comercializada pela marca no Brasil. Lançado em 2013, o modelo chegou com duas árduas tarefas: competir diretamente com a estabelecida Honda CG 150 Titan e dar novo fôlego à Yamaha no segmento, onde era representada apenas pela Factor 125.

<a href=
Fazer 150 chegou querendo fazer parte da fatia de marcado dos entusiastas avidos pelas 150 cc de entrada

Yamaha YS 150 Fazer

A YS150 Fazer foi a resposta, um tanto tardia, da Yamaha à nova geração da CG 150, que recebeu injeção eletrônica e motor flex em 2008 – o motor 150 chegou na Honda ainda antes, em 2004. Aliás, a concorrente daria o contragolpe um ano depois quando a CG adotaria novo visual, muito próximo ao que usa até hoje, mas aí já é outro assunto.

<a href=
YS 150 nas versões SED e ED

Voltemos à Fazer. Seu visual era inspirado na atual geração da Fazer 250, com direito a carenagens mais volumosas (em comparação à Factor 125) no tanque, rodas de liga leve e farol recortado por vincos e fixado a uma máscara. Curiosamente, também eram elementos vistos na CG 150 2013 / 2014, gerando certa confusão a quem não acompanhava os dois modelos de perto.

A Fazer 150 estava disponível nas versões ED, menos completa, com piscas laranjas, pintura diferente do tom fosco só no tanque e sem o cavalete central; e SED, mais requintada, com piscas cristal, cavalete central e molas traseiras pintadas em cores vibrantes. O modelo de entrada passava a ser a Factor 125, com direito a freio a tambor na roda dianteira e rodas raiadas, de quem a Fazer herdou boa parte do projeto.

<a href=
Compartilhando motor e plataforma, Crosser 150 chegou junto da irmã Fazer 150. Dupla deu novo fôlego às 125 XTZ e Factor

Fazer 150: motor, potência e mais

O motor da nova Fazer 150 era inédito. Trata-se de um monocilíndrico, arrefecido a ar, com 149,3 cm³, alimentado por injeção eletrônica. Flex, entregava 12,4 cv a 7.500 rpm e 1,295 kgf.m de torque a 5.500 rpm se abastecido com etanol. Já com gasolina os números eram 12,2 cv e 1,285 kgf.m, com picos nas mesmas rotações.

<a href=
YS 150 se valia do nome de Fazer, já conhecido no mercado com a 250 cc, para abrir caminho nas vendas

Mas não se deixe enganar pelos números, bem próximos aos da Factor 125 e seus 10,2 cv e 1,13 kgf.m. A Fazer garante uma experiência de pilotagem mais segura e confortável, com diferença perceptível no ‘fôlego’ para encarar rodovias, fazer ultrapassagens e retomadas de velocidade. Ela trouxe o ‘a mais’ que os consumidores pediam há nove anos, desde que a Honda lançou a CG 150 e a YBR ficou para trás – literalmente.

Consumo da Fazer 150

Bem acertado, o novo conjunto conseguiu aliar maior potência a bons números de consumo. No nosso teste as médias foram acima dos 35 km/litro com gasolina – apesar da Yamaha informar que ela percorria mais de 40 km com um litro de combustível. Além disso, sua velocidade final foi de 119 km/h reais – chegando aos 136 km/h no painel digital, nada mau para uma moto da categoria.

<a href=
Atual versão no mercado da 150 Fazer UBS

Freios UBS e mais

Hora de falar dos equipamentos da Fazer 150, a começar pelo belo painel de instrumentos. Completo, com bom contraste e um grande contagiros analógico, ele tinha nível de acabamento bem acima do item que equipava a concorrente CG – o mesmo pode ser dito de outros componentes plásticos, como as carenagens do tanque.

Além disso, o modelo ganhou freios combinados, em 2016. Na prática, o UBS (Unified Brake System) funciona do mesmo modo do ‘combi-brake’ da Honda e demais sistemas combinados, distribuindo parte da frenagem para a roda dianteira quando o piloto pisa no pedal de freio traseiro. Assim, a frenagem se torna mais eficiente e corrige o erro de frear apenas com a roda traseira, hábito comum especialmente de pilotos menos experientes. No mesmo ano ela também recebeu sutis alterações no visual.

Fazer 150 2021

Atualmente, a Fazer é oferecida em versão única, que substitui a melhor equipada ESD. Sua versão simplificada é vendida como Factor 150, preservando ao nome Fazer, histórico dentro da Yamaha, um maior requinte. Na prática são basicamente a mesma moto, compartilhando chassi, motor, freios e até rodas, guardando as diferenças para itens como acabamentos, painel, banco e guidão, por exemplo.

O modelo de entrada segue sendo a Factor 125i, mas agora com injeção eletrônica e visual mais refinado, incluindo rodas de liga leve. Os preços (FIPE, março de 2021) são os seguintes: R$ 11.332 na Factor 125, R$ 12.365 na Factor 150 e R$ 13.592 na Fazer 150.

Pontos positivos

Os principais pontos positivos da street da Yamaha são a facilidade de manutenção, economia e desempenho, sobretudo se comparado com sua antecessora de 125 cilindradas. Além disso, se distancia de muitas concorrentes pelo bom nível de acabamento. Também ganha pontos pelo conforto, fruto da dobradinha suspensões e banco, e posição natural de pilotagem.

<a href=
Detalhes como a roda de liga completam o conjunto da street 150 cc

Pontos negativos

Além da espera de nove anos para chegar ao mercado, alguns consumidores reclamam de dificuldades na partida com o motor frio quando abastecida com etanol. O sistema de freios, sobretudo o desemenho do traseiro e antes de 2016, também recebe críticas. Entretanto, a Fazer 150 não é um modelo que sofre de problemas crônicos.

<a href=
Motorização bicombustível visa a economia, mas merece atenção na hora de abastecer

Yamaha Fazer 150 vale a pena?

A YS 150 é uma ótima opção entre as street no mercado nacional. Seu bom nível de equipamentos, robustez, economia e suporte da marca japonesa no Brasil fazem dela uma das melhores 150 cc, especialmente à quem busca uma parceria para o dia a dia, seja para locomoções curtas ou até trabalho com entregas.

Segundo a FIPE, o modelo 2014 tem preço médio de R$ 7.205, enquanto uma moto 2021, zero quilômetro, custa os já citados R$ 13.592. Para saber mais, ver a ficha técnica ou opinar sobre a Yamaha YS 150 Fazer, acesse o Guia de Motos!

Ficha técnica Fazer 150

Motor
Tipo 4 tempos, 1 cilindro
Cilindrada 149,3 cc
Arrefecimento Ar
Combustível Gasolina / Etanol
Potência Máxima: 12,2 cv (gasolina) e 12,4 cv (etanol) a 7.500 rpm
Torque Máximo:
1,285 kgf.m (gasolina) e 1,295 kgf.m (etanol) a 5.500 rpm
Alimentação: Eletrônica
Partida: Elétrica
Transmissão: 5 velocidades
Suspensão e rodas
Suspensão dianteira: Garfo telescópico / Curso 120 mm
Suspensão traseira: Balança traseira / Curso 92 mm
Chassi: Aço
Pneu Dianteiro: 2,75-18 M/C 42P
Pneu Traseiro: 100/80-18 M/C 59P
Dimensões e capacidades
Peso a seco: 130 kg
Comprimento: 2015 mm
Largura: 735 mm
Altura do Banco: 785 mm
Distância entre Eixos: 1330 mm
Capacidade do tanque: 15,2 litros
Preço (FIPE, março de 2021)
2014 R$ 7.205,00
2021 R$ 13.592,00

 

 

 

 

 

FONTE: https://www.motonline.com.br/noticia/fazer-150-review-com-teste-ficha-tecnica-precos-e-mais/

 

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Metro World News Há oportunidades para enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, entre outros /...
Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account