fbpx

Compartilhe
Pin It

Stephanie Tondo

Modalidade recente no Brasil, o cashback tem se popularizado com o apelo de devolver ao consumidor uma parte do valor gasto em uma compra. O sucesso é tanto que o programa de recompensas foi além do varejo e, hoje, já é oferecido por instituições financeiras, empresas da área educacional e até na administração pública. Especialistas ressaltam, porém, que a máxima de que não existe almoço grátis também se aplica ao cashback. Por isso, o consumidor deve ficar atento e avaliar se o preço final do produto ou do serviço é realmente vantajoso.

cashback230321O cashback tem se popularizado com o apelo de devolver ao consumidor uma parte do valor gasto em uma compra Foto: Marcello Casal Júnior / Agência Brasil

Um dos lançamentos mais esperados deste mês foi o cartão de crédito com cashback da XP, que após uma fase de testes foi oferecido para clientes com investimentos a partir de R$ 50 mil. Gradualmente, segundo a corretora, estará disponível para todos os perfis. Ao usar o cartão Visa Infinite, o cliente recebe 1% em todas as compras e entre 2% e 10% para compras dentro do marketplace. O valor acumulado vai diretamente para um fundo de investimentos.

Outra novidade, lançada na semana passada, foi o programa de cashback da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp). Ao realizar uma compra em uma plataforma que reúne 400 lojas parceiras, o servidor terá parte do valor revertido para sua reserva previdenciária.

— O cashback é uma prática mais antiga fora do Brasil, que aqui a gente vem incorporando. É uma evolução dos programas de milhagem. E tem um apelo muito legal, que gera uma percepção de benefício interessante no consumidor — afirma Valter Police, diretor da Academia Fiduc, uma empresa de gestão de investimentos com finanças pessoais.

Ele ressalta, no entanto, que no fim das contas o objetivo do consumidor deve ser um só: gastar menos para poder poupar mais. E o cashback é apenas uma das estratégias para isso.

— A pessoa não pode achar que quanto mais ela gastar, melhor. É melhor juntar dinheiro por fora.

Retorno de até R$ 60 mil

A Ame Digital lançou, em parceria com a fintech Bcredi, uma oferta de 2% de cashback na linha de empréstimo com garantia de imóvel para os contratos fechados pela plataforma. A solicitação de crédito vai de R$ 30 mil a R$ 3 milhões, o que significa que o cliente pode conseguir até R$ 60 mil de volta. A condição é válida até 31 de março deste ano.

No segmento de seguros para celulares, a Ame oferece, em parceria com a Mapfre e a corretora Pulso Seguros, cashback de 5% na contratação até 4 de abril. Há três opções de planos, com vigência de 12 meses.

Lançada em 2018, a Ame registrou crescimento de 200% em volume transacionado na plataforma no quarto trimestre de 2020, frente ao mesmo período do ano anterior.

Também no ano passado, o Abastece Aí deixou de ser um aplicativo que oferecia descontos na compra de combustíveis nos postos Ipiranga e passou a ser uma empresa independente do Grupo Ultra. A plataforma inclui contas de pagamentos digitais, além de descontos e cashback em uma rede crescente de varejistas.

— A dinâmica do cashback tem o potencial de fidelizar mais o consumidor por meio de um portfólio de parceiros, que podem ser úteis na jornada diária do cliente — explica Andre De Stefani Goncalves, diretor de Negócios da Abastece Aí: — O cliente pode utilizar esta quantia de imediato para realizar novas compras ou até para enviar este valor para outras pessoas, via Pix, por exemplo.

Cliente pode pagar a conta

Professor de Finanças Corporativas do MBA de Varejo do Ibmec/RJ, Haroldo Monteiro afirma que o consumidor deve observar se o cashback oferecido é realmente vantajoso antes de fechar negócio. Isso porque, muitas vezes, o desconto pode acabar sendo compensado por um aumento do preço do produto ou do serviço.

— Alguém está pagando essa conta. Pode ser a própria empresa de cashback, numa promoção para ganhar mais clientes, ou o lojista. Mas tem que tomar cuidado para que não seja o próprio consumidor — aponta o professor, que acredita que a continuidade desse tipo de programa no país dependerá da percepção de vantagem pelos clientes.

Para Monteiro, o cashback é mais democrático do que os programas de milhas, que em geral atingiam uma parcela da população com maior poder aquisitivo. Mas, para continuar dando certo, é preciso que as empresas encarem o custo do cashback como verba de marketing, e não como uma despesa que é repassada ao consumidor.

— Se o consumidor perceber que está ganhando com isso, será duradouro. Do contrário, pode acontecer o que vimos com as empresas de cupons, que fizeram muito sucesso, mas depois as empresas parceiras começaram a impor diversas restrições para o uso dos valores promocionais, e as pessoas passaram a ver que não valia a pena.

Onde conseguir o cashback

Ame digital

A fintech e plataforma mobile está presente nas mais de 1.700 lojas físicas da Americanas, nos sites Americanas.com, Submarino, Shoptime e Sou Barato, além de mais de três milhões de parceiros no país, incluindo os postos de combustíveis BR, supermercados, farmácias, quiosques e inclusive com vendedores ambulantes. Para começar a usar, basta baixar o aplicativo Ame Digital no celular. Ao fazer compras nas lojas parceiras, o cliente deve escolher a Ame como forma de pagamento. O valor do cashback fica disponível em 30 dias corridos após a confirmação do pagamento, e o consumidor pode utilizar o crédito em novas compras nas lojas parceiras.

Méliuz

O portal oferece, gratuitamente, cupons de desconto e devolve parte do valor gasto nas compras, diretamente na conta bancária do consumidor. No computador, é preciso baixar um programa do Méliuz. No celular, basta baixar o aplicativo. O resgate do valor é feito após completar um saldo de R$ 20.

Assaí Atacadista

Em comemoração ao Mês do Consumidor, o Assaí Atacadista firmou parceria com a PagBank para oferecer cashback. Os clientes que realizarem suas compras em qualquer uma das 184 unidades do Assaí, em todas as regiões do Brasil, e realizarem o pagamento via QR Code com o PagBank ganharão 10% do dinheiro de volta. A ação é válida até 31 de março e limitada a R$ 30 de retorno.

Abastece Aí

O aplicativo oferece cashback na rede de postos Ipiranga e em mais de cem parceiros dos mais diferentes setores, por meio do programa de fidelidade Km de Vantagens. O consumidor passa a ter um novo meio de pagamento com uma conta digital e, por ela, consegue gerenciar seu crédito e efetuar pagamentos e transferências.

XP Investimentos

A XP anunciou ao mercado o lançamento do cartão de crédito XP Visa Infinite, com o Investback, que permite o retorno de 1% em todas as compras e entre 2% e 10% para compras dentro do marketplace. O valor vai para um fundo com remuneração equivalente à taxa do CDI e liquidez diária. O cliente pode manter o dinheiro investido nesse fundo, sacar ou fazer um novo investimento. Por enquanto, o produto está disponível apenas para clientes com investimentos a partir de R$ 50 mil.

Zro Bank

O banco digital lançou um cartão de débito com cashback em bitcoin, com efeito retroativo. Nos pagamentos a partir de R$ 10 no cartão de débito Visa, os correntistas receberão o equivalente a 0,5% do valor na criptomoeda para utilizar como quiserem. O benefício é válido tanto para os novos usuários quanto para os que já possuem o cartão.

Funpresp

A Funpresp lançou na última segunda-feira para seus participantes um cashback para compras feitas a partir de uma plataforma que reúne 400 lojas parceiras. Parte do valor da compra é revertida diretamente para a reserva previdenciária que o servidor mantém na Funpresp. O cadastro pode ser feito em bit.ly/3c1tv0t.

Credicard

A empresa oferece dois modelos de cashback. O Cashback na Loja é um programa gratuito em que o cliente recebe dinheiro de volta na fatura do cartão de crédito quando faz compras on-line nos mais de cem parceiros. O cashback é válido sobre qualquer compra feita no site do parceiro. Já o ZERO+Cashback é um programa pago disponível aos clientes Credicard ZERO e que oferece 1% de volta em todas as compras feitas no cartão, além de um percentual especial em parceiros selecionados. A mensalidade do programa é de R$ 13. São parceiros: Globoplay, Submarino Viagens, Netshoes, Petz, Zattini, O Boticário, Eudora e Quem disse Berenice?.

Bradesco

Recentemente, o Bradesco lançou o Cartão Like, com cashback para todas as transações em assinaturas e plataformas digitais.

Original

O percentual de cashback do cartão Mastercard Black do Original é de 1,5%. O consumidor tem esse benefício a partir do gasto de pelo menos R$ 10 mil no mês. Abaixo disso, o valor é de 0,75%. O cliente pode ter o dinheiro direto na conta ou no cartão de crédito.

Getnet

A Getnet, empresa de meios de pagamento do Santander, oferece cashback na compra de maquininhas. É uma oferta voltada ao empreendedor. O plano reembolsa R$ 1 sobre o valor de compra do equipamento para cada R$ 100 faturados.

Santander

A Esfera, empresa de recompensas do Santander, oferece desconto em fatura a partir de um número acumulado de pontos. A troca mínima é de mil pontos, e o valor máximo de desconto é de R$ 500 por mês na fatura do cartão de crédito. Além disso, até 31 de maio, clientes que cumprirem metas de gastos no mês ganham pontos extras ou crédito na fatura do cartão de crédito. É preciso se cadastrar no app Way.

Estácio

A Estácio criou o programa Tá Pago, onde três mensalidades do primeiro semestre são abonadas. O aluno paga R$ 49 no mês da matrícula, em maio e em junho. Ao renovar a matrícula, os valores voltam em crédito.

 

 

 

 

FONTE: https://extra.globo.com/economia/financas/cashback-vira-moda-atinge-novos-nichos-veja-onde-conseguir-uma-parte-do-dinheiro-da-compra-de-volta-24935162.html

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Metro World News Há oportunidades para enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, entre outros /...
Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account