fbpx

Compartilhe
Pin It

por Camila Da Silva

A digestão dos cães faz parte do desenvolvimento saudável do animal, por isso, é importante que o tutor entenda como funciona o aparelho digestivo do seu amiguinho. Entender como o cachorro digere os alimentos contribuem para a saúde do pet, prevenindo doenças e adotando atitudes mais saudáveis para o animal.

Por isso, para te ajudar a entender como funciona e quais os aspectos que podem melhorar a digestão em cães, continue a leitura deste artigo.

Digestão dos cães – Conheça sobre o aparelho digestivo e suas funções

dog240321Cachorro comendo – Foto: Freepik

Assim como os humanos, o sistema digestivo do cachorro é dividido em cinco partes, que são fundamentais para que ocorra a digestão de forma eficaz. Contudo, a idade do cachorro e tamanho do pet podem influenciar no processo de digestão. Então, veja abaixo algumas explicações de como todos estes processos funcionam.

Como funciona o aparelho digestivo dos cães?

O sistema digestivo dos cães possui cinco partes: a boca, esôfago, estômago, intestino delgado e grosso. Todos esses órgãos são responsáveis por fazer a digestão dos alimentos. Basicamente, a principal função do aparelho digestivo é absorver todos os nutrientes dos alimentos que contribuem para o desenvolvimento do cachorro.

Dessa forma, com todos os nutrientes metabolizados pelo organismo, os resíduos dos alimentos são transformados em objeto fecal, ou seja, expelido pelo animal durante suas necessidades. Por isso, é tão importante que esses órgãos funcionem perfeitamente, assim como escolha dos alimentos, principalmente, de acordo com a idade do cachorro.

Qual a relação entre a idade e digestão dos cães?

A idade do cachorro pode influenciar de diversas formas, seja na sua saúde, nos comportamentos e até na mudança de temperamento canino. Em casos de ansiedade ou hiperatividade canina, pode acontecer de o cachorro comer mais rapidamente, prejudicando o ritmo do metabolismo canino.

No caso da digestão dos cães, os filhotes metabolizam os alimentos mais rapidamente que os adultos, por isso, o cãozinho nessa fase precisa se alimentar regularmente, com um alimento rico em nutrientes, encontrados em algumas rações para sua faixa etária.

Diante disso, a idade é um dos fatores que também têm influência na digestão. Quanto mais velhinho o cachorro for, mais lentamente ele irá digerir os alimentos que come. Neste sentido, alguns alimentos não são permitidos dar para o cão, podendo prejudicar as funções ligadas ao metabolismo do animal.

Principais problemas que afetam o sistema digestivo em cães

Saber como o metabolismo funciona pode ajudar a prevenir problemas relacionados à digestão, proporcionando uma melhor qualidade de vida para o cão. Entre os principais problemas que afetam o sistema digestivo está a gastrite em cães, influenciada por uma dieta muito rigorosa e comportamento de estresse canino.

A ingestão de alimentos proibidos para cães pode resultar em transtornos digestivos, como alergias, inflamações e hipersensibilidade do estômago canino. Nos filhotes, uma alimentação pobre de nutrientes pode contribuir para a contaminação de parasitas, assim como a falta de vacinação periódica e vermífugo para desparasitação.

Outras doenças como pancreatite, colite canina e giárdia em cães também afetam o sistema digestivo, estando relacionadas aos hábitos alimentares e comportamentos do pet.

Como manter a digestão do cachorro mais saudável?

<a href=Cães comendo – Foto: Freepik

Para melhorar a digestão do cachorro, será preciso adotar alguns hábitos saudáveis para a vida do cão, como uma boa alimentação, exercícios físicos e cuidados especiais. Além disso, é preciso manter o cachorro sempre hidratado, com pote de água fresquinha, de acordo com a temperatura do ambiente.

A prática de exercícios físicos pode contribuir para a queima de calorias, ajudando a gastar as energias que foram armazenadas durante a alimentação. Uma dica importante é sempre acompanhar o cãozinho nos passeios, evitando o contato com sacos de lixo, água parada e qualquer outro fator que possa interferir na sua saúde do animal.

Portanto, se você observar qualquer alteração como vômito, falta de apetite ou diarreia em cachorro, procure imediatamente orientação veterinária, pois esses podem ser sintomas relacionados a (má) digestão dos cães. E se você tiver qualquer outra dúvida, por favor, deixe nos comentários abaixo.

Compartilhe o artigo com mais um amigo. Assim, você pode ajudar mais uma pessoa a também cuidar bem do seu doguinho.

 

 

 

 

FONTE: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/alimentacao/digestao-dos-caes/

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...
Mariana Fonseca Governo estadual também anunciou que Fase de Transição segue e detalhou apoio a...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

Letícia Taets - Revista Seleções O mês de junho chegou e com ele os festejos juninos! Preparando tudo para fazer a sua festa em casa, não pode faltar a tradicional paçoca de amendoim. Mas já...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account