fbpx

Compartilhe
Pin It
Thamara Oliveira

Levantamento de site extraconjugal afirma que mentir sobre finanças tem mais peso para muita gente. Sexólogo explica possíveis motivos

coracaopartido070521Foto: Ana Maria Serrano/Getty Images

Quando se fala em fidelidade, as primeiras coisas que vêm à mente são questões relacionadas a sexo. Contudo, o termo abrange várias outras áreas, e uma das infidelidades que mais pesam para muitas pessoas não é a sexual, mas sim a financeira.

De acordo com levantamento feito pelo Ashley Madison – site voltado para relacionamentos extraconjugais – entre seus usuários, 52% dos adúlteros acreditam que a infidelidade financeira é tão ruim ou até pior quanto a física.

Para a pesquisa, a “infidelidade financeira” foi definida como um conjunto de atos que incluem ocultar compras, cartões de crédito, contas, dívidas e dinheiro físico. Apesar de 36% dos entrevistados terem admitido que já traíram financeiramente, 19% consideram isso um problema matrimonial sério.

Sobre os motivos de mentir sobre finanças ser pior do que trair sexual ou afetivamente, 31% afirmou que a primeira atrapalha e ameaça mais o futuro da família do que a segunda. Além disso, 11% diz ser mais humilhante, 10% diz ser mais enganoso e 6% considera mais doloroso.

“Muitos casais hoje estão enfrentando crescentes pressões financeiras e incertezas, então a confiança nessa área é uma obrigação de acordo com nossos membros. Para a maioria das pessoas que vêm ao nosso site, o casamento é menos um conto de fadas e mais uma parceria pragmática em que coisas como o dinheiro desempenham um papel importante na qualidade de vida que podem construir juntos como casal e para sua família”, diz Isabella Mise, Diretora de Comunicações de Ashley Madison.

Apesar do levantamento não ter separado o peso de cada tipo de traição para homens ou mulheres, o terapeuta sexual André Almeida diz que, no campo da psicologia evolucionista, já existem estudos que fazem essa divisão.

Para estes teóricos, a infidelidade financeira vai afetar mais as mulheres, enquanto a sexual e afetiva vai afetar mais os homens. Eles partem do pressuposto de que a incerteza da paternidade – uma vez que apenas um exame de DNA pode dar certeza ao homem de que ele é pai, enquanto não há dúvidas em relação à maternidade por conta da gestação – faz com que a quebra de acordos físicos atinja mais os homens.

Enquanto isso, a infidelidade financeira do homem para a mulher parte da ideia de que os possíveis recursos financeiros vindos do homem seriam uma “compensação” para o gasto energético da mulher ao ter um filho, que é muito maior do que o do homem, biologicamente falando. Logo, o impacto de uma traição financeira seria maior para mulheres.

“Lembrando que isso é segundo estes estudos da psicologia evolucionista. Obviamente há várias críticas em relação a eles, principalmente no que diz respeito a questões sociais e femininas. Mas é um contraponto interessante de se fazer”, explica.

Fiel ou leal?

Sobre o conceito de fidelidade, o sexólogo explica que se trata mais de cumprir acordos feitos previamente entre o casal, sejam eles quais forem. “Se meu acordo com essa pessoa era uma transparência nas finanças, esconder isso de alguma é sim caracterizado como infidelidade”, diz.

O especialista também explica que, apesar de serem tratados por muitas teorias e pessoas como coisas diferentes, “fidelidade” e “lealdade” são a mesma coisa. Contudo, têm sido separadas para diferenciar o cumprimento de acordos sexuais e afetivos de acordos em outras áreas.

“Mas, no dicionário, fidelidade e lealdade são a mesma coisa. Se você tem respeito às regras estabelecidas no relacionamento, sejam de qual área for, você está sendo fiel e leal. Se você não respeita alguma delas, ainda que seja só na parte sexual, você não está sendo nem um nem outro”, afirma.

André também ressalta que a fidelidade é um valor e, assim como qualquer outro valor, sua importância varia de pessoa para pessoa, de acordo com cultura, criação, noções de ética e moral etc. “É importante que a gente tenha a compreensão de que pessoas têm hierarquias de valores diferentes, e uns valores podem ser mais importantes que outros”, explica.

Logo, para tentar evitar problemas futuros e deixar as coisas mais às claras possível, a dica do psicólogo é alinhar a hierarquia de valores de cada pessoa envolvida no relacionamento.

“Se a pessoa entende meus valores e eu os dela, facilita muito para saber se estamos na mesma página. Porque se eu percebo que um dos valores que eu mais prezo e está no topo da minha hierarquia não é tão importante para esse outro indivíduo, lá na frente isso pode trazer problemas no relacionamento”, finaliza.

 

 

 

 

FONTE: https://www.metropoles.com/colunas/pouca-vergonha/adulteros-consideram-infidelidade-financeira-pior-do-que-a-sexual

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Metro World News Há oportunidades para enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, entre outros /...
Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account