fbpx

Compartilhe
Pin It

Desenvolvimento do capital humano aumentou a produtividade agregada e a eficiência econômica

O combate ao racismo e a discriminação racial e de gênero trouxe resultados positivos à economia e, inclusive, auxiliou o desenvolvimento econômico das últimas décadas em países como o Brasil e os EUA.

Estudos realizados por pesquisadores americanos e brasileiros mostram que, graças ao início de uma mudança comportamental da sociedade, pessoas negras e mulheres passaram a ocupar cargos mais qualificados, antes negados apenas pela cor da pele ou sexo.

Essa nova ordem econômica e social, que surgiu com força no começo da década de 1950, nos EUA, fez com que o chamado capital humano se desenvolvesse. Isso aumentou a produtividade agregada e a eficiência econômica e também influenciou positivamente o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois países entre as décadas de 1960 e 2010.

Talentos desperdiçados

Uma mulher nascida nos anos 1960 e com aptidão para a Medicina teria mais dificuldades em se formar médica naquela época, por conta do preconceito e das barreiras de gênero.

Assim como era improvável que um homem negro se tornasse um advogado reconhecido na sociedade na época, por mais talentoso que fosse.

ilustracao de medicos

Barreiras de entrada fazem com que talentos se desperdicem

Esses empregos de alta qualificação, que requerem anos de estudo e têm uma remuneração maior, eram reservados em sua grande maioria a homens brancos.

"Por causa da característica de nossa sociedade, as pessoas podem não escolher exatamente aquilo no que são boas. Se você for muito bom jogando futebol, você provavelmente vai querer ser profissional e nós queremos assistir a um bonito futebol", disse Chang-Tai Hsieh, um dos autores do estudo e pesquisador da Universidade de Chicago à BBC News Brasil.

"Mas, caso haja alguma barreira de entrada, você talvez nem tente se tornar um jogador e acabe indo fazer algo em que você, particularmente, não é tão bom", afirmou Hsieh. "A mesma coisa, por exemplo, acontece com os executivos-chefes (de empresas)."

As barreiras de entrada podem ser do próprio mercado de trabalho, como a discriminação na contratação de uma mulher, por exemplo, ou barreiras prévias, como a falta de acesso a uma educação de qualidade.

De acordo com os pesquisadores ouvidos pela BBC News Brasil, apesar de essas barreiras ainda impedirem que parte dos talentos seja destinada às ocupações onde elas poderiam render mais, o combate ao racismo e a discriminação de gênero vem melhorando a alocação do capital humano.

"A má alocação de capital humano é um dos reais motivos pelo qual uma sociedade é pobre", disse Hsieh.

Não à toa, 94% dos médicos eram homens brancos em 1960 nos EUA, de acordo com o estudo, realizado em conjunto por pesquisadores das universidades americanas de Chicago e Stanford. Cinquenta anos depois, o percentual cairia para 62% — aumentando o espaço às demais raças e gêneros.

No Brasil, por exemplo, uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que, em 1970, 82% dos médicos, dentistas e enfermeiros eram homens. Já quatro décadas depois, o percentual caiu para 37%, graças à diminuição das barreiras em ocupações mais qualificadas.

Direito de imagem Library of Congress
Image caption Formada em 1952 como uma das melhores da classe, Sandra Day O'Connor só encontrou empregos de baixa remuneração no começo da carreira, mas acabou virando a primeira mulher da Suprema Corte americana

Além disso, a participação das mulheres em ocupações de alta qualificação (médicas, advogadas, magistradas, diretoras de empresas, chefes na administração pública, etc) passou de 10% para 45% no mesmo período.

"A nova situação das mulheres no mercado de trabalho, especialmente em ocupações mais qualificadas, influenciam positivamente a produtividade agregada da economia", disse Laísa Rachter, pesquisadora doutoranda da FGV e que comanda uma pesquisa semelhante à dos EUA.

Sandra Day O'Connor
Library of Congress Image caption Formada em 1952 como uma das melhores da classe, Sandra Day O'Connor só encontrou empregos de baixa remuneração no começo da carreira, mas acabou virando a primeira mulher da Suprema Corte americana

40% do crescimento do PIB per capita

A evolução da sociedade permitiu que houvesse a queda de algumas dessas barreiras de entrada para as ocupações qualificadas. Dessa forma, quando os profissionais são qualificados e possuem mais habilidades, a economia tem a capacidade de produzir mais valor.

O resultado é que, de acordo com a pesquisa americana, entre 20% e 40% do crescimento do PIB per capita nos EUA, entre 1960 e 2010, pode ser atribuído à entrada de mulheres brancas, mulheres pretas e homens pretos em profissões mais qualificadas.

"Essa é uma combinação de uma melhor alocação de talentos entre as profissões, níveis crescentes de educação e participação crescente da força de trabalho para as mulheres em resposta às barreiras que caem", disse Pete Klenow, PhD em economia pela Universidade de Stanford e um dos autores da pesquisa.

No Brasil, dados preliminares sugerem que o impacto é parecido com o observado no PIB americano.

"A nova situação das mulheres no mercado de trabalho, especialmente em ocupações mais qualificadas, influencia a produtividade agregada da economia. Esses movimentos podem ajudar quando eles reduzem a barreira da discriminação no mercado de trabalho", afirmou Laísa Rachter.

Mulher estudando

"A má alocação de capital humano é um dos reais motivos pelo qual uma sociedade é pobre", diz especialista

O caso Sandra Day O'Connor

Um dos casos citados pelos autores do estudo americano como exemplo é o de Sandra Day O'Connor, primeira juíza mulher da Suprema Corte dos EUA, que ocupou o cargo entre 1981 e 2006.

Formada em Stanford em 1952 como uma das melhores da classe, a ex-juíza só encontrou empregos de baixa remuneração como secretária jurídica e apenas quase dez anos mais tarde, conseguiu trabalhar no meio jurídico.

Apesar de suas qualificações acadêmicas, O'Connor teve dificuldades em conseguir trabalho como advogada em escritórios privados e começou sua carreira jurídica como vice-promotora em um condado na Califórnia. Foi eleita senadora estadual e depois juíza em cortes locais, até ser nomeada à Suprema Corte.

"Se você fosse uma mulher no início de 1950, saberia que era difícil conseguir um emprego e, se fosse advogada, não deveria nem se preocupar em tentar. Você saberia que as chances para você eram zero, então por que tentar?", explicou Chang-Tai Hsieh.

"Ela (O'Connor) era extremamente talentosa e habilidosa para a área jurídica, mas mulheres naquela época acabavam tendo que escolher fazer outra coisa", disse o pesquisador.

Graças às mudanças sociais nos EUA desde então, atualmente, advogadas que se destacam têm mais espaço para atuarem na área em que são mais talentosas, embora muitas barreiras de gênero persistam, como licenças maternidade e paternidade e dificuldade em conciliar a carreira com os cuidados com os filhos.

"Agora as mulheres escolhem fazer faculdade de Direito porque elas sabem que têm uma chance real. Não é só sobre Direito, são várias outras ocupações ou cargos. Hoje, mulheres e negros nos EUA sabem que podem ocupar qualquer posição", afirmou Hsieh.

Caso as barreiras continuem a cair, as economias dos EUA e do Brasil devem continuar a ser beneficiadas.

"Vemos amplo espaço para crescimento futuro se as barreiras caírem ainda mais. Em particular, estimamos que o PIB acabaria sendo 10% maior, sem barreiras. Isso equivale a cerca de uma década de crescimento do PIB por trabalhador", disse Pete Klenow.

 

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It

Concurso 2283 será realizado às 20h, em São Paulo

Depois de pagar R$ 28,4 milhões a um apostador sortudo de Atibaia (SP) na última quarta-feira (22), a Mega-Sena volta a ser sorteada hoje (25) e promete um prêmio de R$ 2,5 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 2283.

O sorteio será realizado às 20h, no Espaço Loterias, em São Paulo. As apostas podem ser feitas em qualquer casa lotérica até as 19h de hoje. Também é possível "fazer uma fezinha" pela internet, no site Loterias Online da Caixa. É preciso ter mais de 18 anos.

A aposta mínima, de seis números, custa R$ 4,50.
 

Edição: Lílian Beraldo

 

FONTE: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-07/mega-sena-pode-pagar-r-25-milhoes-em-sorteio-neste-sabado

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It

Entusiastas de astronomia poderão observar 5 planetas de uma só vez

Os vidrados em astronomia têm um motivo especial para acordar um pouco antes do Sol neste domingo (26). Graças a uma coincidência de órbitas, todos os cinco planetas visíveis a olho nu – Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno – estarão lá, compondo uma paisagem que só poderá ser vista novamente em junho de 2022.

Segundo o professor do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e coordenador do projeto Astro&Física, Marcelo Schappo, o evento está em seus últimos dias, e a coincidência das cinco órbitas visíveis acabará durante já no início da semana.

“Isso começou em meados de julho. Só que, na medida em que o mês termina, vai ficando cada vez mais complicado de ver todos na mesma noite”, disse ele à Agência Brasil.

De acordo com o físico, a observação dos planetas só é possível cerca de hora e meia antes de o Sol nascer. “O horário exato varia de acordo com a localidade. A melhor referência é antes do nascer do Sol, porque a luminosidade acaba ocultando a luz refletida pelos planetas”, disse.

Júpiter a Oeste

Para localizar os planetas no céu, Schappo sugere que, primeiro, se busque identificar Júpiter, por ser o maior. “Ele estará a Oeste, próximo ao horizonte. Logo ao lado estará Saturno. Segundo uma linha imaginária será possível ver, a meia altura do céu, Marte, que é um pontinho brilhante levemente avermelhado. Mais adiante, um pouco abaixo das Três Marias, que é uma constelação bastante conhecida dos brasileiros, estará Vênus; e mais a Leste, Mercúrio [conforme mostra a ilustração da matéria]”, explicou.

Isso não ocorre com muita frequência porque os movimentos orbitais dos planetas em torno do Sol não são sincronizados uns com os outros. “Assim, para termos a oportunidade de avistar todos eles a partir daqui do nosso planeta, é preciso que eles estejam em posições adequadas de seu movimento orbital”. Veja como não perder o fenômeno no infográfico:

“Para ter uma ideia prática, pode-se pensar numa analogia de várias crianças brincando de correr em círculos ao redor de uma casa. Cada uma faz um círculo de tamanho diferente e com uma velocidade diferente. O que ia acontecer é que ia demorar um tempo até que todas estejam em posições adequadas para verem umas das outras”, explica o professor.

As últimas vezes em que a visualização desse conjunto de planetas ao mesmo tempo foi possível foram nos anos de 2005, 2016 e 2018. A próxima ocorrência será em junho de 2022.

Dicas

Para facilitar a observação, Schappo sugere “locais escuros e com horizontes livres, já que alguns planetas estarão bem no Oeste e outros bem no Leste”. “Não pode ter morro nem prédios. Vale também torcer para que o dia não esteja nublado”, acrescenta.

Ele sugere alguns aplicativos que podem facilitar a localização do planeta tanto via computador (neste caso o programa Stellarium, que simula o céu do dia selecionado), ou o Google Skymap, que pode ser baixado nos celulares.

“Esses aplicativos servirão também para a observação de planetas individualmente, independentemente de alinhamentos, de forma a estender essa experiência a outras oportunidades. Afinal há quase sempre planetas aparecendo em nosso céu noturno”, complementa o especialista que, além de cientista, é um apaixonado por astronomia.

“Eu não perco eclipses nem chuvas de meteoros, quando mais intensas. Inclusive terá uma muito interessante na madrugada entre os dias 13 e 14 de dezembro. Também no final do ano terá uma conjunção de Júpiter e Saturno, que ficarão aparentemente muito próximos, para quem observa da Terra”, disse.

Schappo lamenta que, em 1994, ainda não tinha “olhos de físico”, quando foi possível observar um eclipse total no Brasil. “Eu era muito novo quando isso ocorreu. Por isso minhas lembranças são muito poucas, ainda que tenha sido marcante, para mim. Infelizmente o próximo eclipse total [visível no Brasil] será depois do ano de 2100. Para poder vê-lo, antes disso, terei de viajar a outro país, além de rezar para que, no dia, o céu esteja limpo”.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

 

FONTE: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-07/domingo-tera-fenomeno-astronomico-raro-antes-do-amanhecer

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It

Por EPTV 2

Ex-funcionários da empresa Via Ágil, que era responsável pelo transporte público em Piracicaba (SP) até maio, voltaram a protestar na tarde desta quinta-feira (23).

Dezenas de ex-funcionários que foram demitidos pela empresa se reuniram em frente à prefeitura. Eles dizem que não receberam o pagamento das verbas rescisórias.

O problema atinge 600 pessoas, segundo o movimento. A manifestação da tarde não atrapalhou o trânsito nem o transporte público.

A prefeitura da cidade confirmou que teve atraso nas linhas, mas garantiu que a situação foi normalizada ainda pela manhã.

A EPTV, afiliada da TV Globo, cobrou uma posição da via ágil durante todo o dia, mas a empresa não respondeu.

A Via Ágil pediu a rescisão do contrato do transporte alegando dificuldades financeiras em função da pandemia. A Viação TuPi, que assumiu o serviço em maio, disse que na manhã desta quinta a frota começou o trabalho com 85% da capacidade por causa do protesto.

Ex-funcionários da Via Ágil realizaram protesto para cobrar pagamento das verbas rescisórias. — Foto: Ronaldo Oliveira/ EPTV

Ex-funcionários da Via Ágil realizaram protesto para cobrar pagamento das verbas rescisórias. — Foto: Ronaldo Oliveira/ EPTV

 

Projeto de lei

 

A prefeitura informou que teve uma reunião com ex-trabalhadores e que está concluindo um projeto de lei que vai reconhecer a dívida com a Via Ágil.

O projeto será encaminhado à Câmara ainda esse mês e, se for aprovado, o governo municipal poderá buscar recursos para pagar a Via Ágil.

E reforçou que o dinheiro que será repassado à empresa ficará bloqueado exclusivamente para o pagamento dos direitos trabalhistas dos ex-funcionários.

 

FONTE: https://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2020/07/23/ex-funcionarios-de-viacao-voltam-a-realizar-protesto-para-cobrar-verbas-rescisorias-em-piracicaba.ghtml

Escrever um comentário (0 Comentários)
Compartilhe
Pin It

O "Messenger Rooms" permitirá aos usuários conversar ao vivo com até 50 pessoas.

Videoconferência do Facebook pode ter até 50 pessoas ao vivo simultaneamente — Foto: Divulgação

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (23) que está lançando um recurso que permitirá aos usuários transmitir ao vivo uma videoconferência com até 50 pessoas.

Os usuários podem convidar pessoas para participar de "Messenger Rooms", incluindo aquelas que não têm uma conta no Facebook, para videochamadas em grupo e, em seguida, transmitir a sala ao vivo em qualquer perfil, página ou grupo na plataforma, informou a empresa.

A medida complementa os esforços do Facebook para conquistar uma parte do boom impulsionado pelos efeitos da pandemia na demanda por serviços de videoconferência, que transformou o Zoom em um nome familiar.

Outras empresas de tecnologia implementaram recursos semelhantes para atrair usuários, com o Google, permitindo aos usuários realizarem videoconferências gratuitas no Meet.

O Facebook disse que lançaria o recurso em alguns países em sua plataforma e na web do Messenger a partir desta quinta-feira e em breve se expandirá para todos os países onde o Messenger Rooms estiver disponível.

As transmissões ao vivo das páginas do Facebook dobraram em junho, na comparação com o ano anterior, devido a um salto nas transmissões ao vivo desde março, quando vários países começaram a impor lockdowns e medidas de isolamento social em resposta à pandemia da Covid-19.

 

FONTE: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2020/07/23/facebook-lanca-recurso-para-transmissao-de-videoconferencia-ao-vivo.ghtml

Escrever um comentário (0 Comentários)

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Metro World News Há oportunidades para enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, entre outros /...
Isadora Teixeira A Coalizão Negra por Direitos disse que ingressou com ação civil pública contra a...
Por G1 Piracicaba e Região A imunização deve ser agendada pelo site da prefeitura; confira todos...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account