fbpx

Compartilhe
Pin It

O ano de 2021 será promissor para a agricultura brasileira. Teremos preço, volume de produção e investimentos para a construção da imagem do setor”. A estimativa é do diretor técnico da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) e especialista em planejamento estratégico do agro, Marcos Fava Neves.

reducao salariosO trabalhador tem estabilidade pelo mesmo período de duração do acordo Foto: Arquivo

O Programa Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), que foi instituído pela Medida Provisória (MP) 936 — convertida na Lei 14.020 de 6 de julho de 2020 — termina nesta quinta-feira (dia 31). O benefício garantiu a complementação de renda para trabalhadores brasileiros, paga pelo governo federal, em caso de suspensão do contrato de trabalho ou de redução de jornada e salário. A medida foi adotada durante a pandemia como uma tentativa de evitar demissões no país. Ao todo, foram celebrados 20.101.650 acordos, referentes a quase dez milhões de profissionais.

A medida, que permitiu a suspensão temporária de contratos e a redução de salário e jornada em 25%, 50% ou 70%, garantiu aos trabalhadores uma contrapartida com base no valor do seguro-desemprego a que teriam direito.

Para os que ainda estão sob este regime, em janeiro, a jornada de trabalho voltará a ser integral, mas o empregado ainda receberá o salário reduzido (referente a dezembro). Apenas o crédito feito em fevereiro, referente ao período trabalhado no mês anterior, será total.

Pela norma, os empregados que fizeram acordos têm direito à estabilidade pelo mesmo período em que tiveram o contrato suspenso ou com redução de salário. A única exceção é para demissões por justa causa.

Luiz Calixto Sandes, sócio trabalhista do Kincaid Mendes Vianna Advogados, acredita que o fim do programa não vai provocar mais dispensas no próximo ano. Para ele, a economia vai engrenar em 2021.

— Em Santa Catarina, houve a liberação da ocupação dos hotéis; no Rio, os quiosques nas praias já voltaram a funcionar. As medidas não estão mais tão rigorosas. Ainda que os casos continuem, a economia tende a aquecer.

Na opinião do advogado, o trabalhador não sofrerá prejuízos, pois, ao deixar de ganhar o benefício emergencial, ele vai retomar o estágio normal de trabalho. Já o advogado trabalhista Fernando Peluso, sócio de Peluso, Stüpp e Guaritá Advogados, diz que o momento é de incerteza e, até o momento, não há notícia de que o governo federal possa renovar o programa.

— Como todos os empregados gozam de garantia de emprego, se tiverem o contrato de trabalho rescindido, devem ser indenizados — alerta Peluso.

Segundo dados do Ministério da Economia, o período que teve maior volume de acordos firmados entre patrões e empregados foi do dia 1º a 9 de abril, com 2,2 milhões de contratos.

Considerando todo o período, desde abril, prevaleceu a suspensão de contrato, com 8,7 milhões de acordos. Em seguida, aparece a redução de 70% de salário de jornada, com 4,3 milhões de pactos.

São Paulo foi o estado que liderou a adesão ao programa, com 6.445.090 contratos. Em segundo lugar, aparece Rio de Janeiro (2.117.659) e, em terceiro, Minas Gerais (1.875.889).

A maioria dos trabalhadores impactados trabalha com serviços, no comércio e na indústria. A faixa etária que mais aderiu ao pacto foi a de 30 a 39 anos, com 6.197.862 acordos firmados, e 52% eram mulheres.

Veja como são os pagamentos dos benefícios:

  • Suspensão do contrato de trabalho: recebe 100% da parcela do seguro-desemprego, que pode variar de R$ 1.045 a R$ 1.813,03 (exceto no caso de funcionário de empresa com receita bruta superior a R$ 4,8 milhões – neste caso: recebe 30% do salário + 70% da parcela do seguro-desemprego)
  • Redução de 25% na jornada: recebe 75% do salário + 25% da parcela do seguro-desemprego
  • Redução de 50% na jornada: recebe 50% do salário + 50% da parcela do seguro-desemprego
  • Redução de 70% na jornada: recebe 30% do salário + 70% da parcela do seguro-desemprego

 

 

 

 

FONTE: https://extra.globo.com/economia/termina-programa-de-reducao-de-salario-suspensao-de-contratos-de-trabalho-veja-que-acontece-com-os-trabalhadores-rv1-1-24817863.html

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

Mariana Fonseca Governo estadual também anunciou que Fase de Transição segue e detalhou apoio a...
DW.COM Kathlen Romeu, de 24 anos, foi baleada durante um tiroteio entre policiais e criminosos na...
Correio24Horas É o segundo ano consecutivo que a festa não pode acontecer Aglomeração e São João...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Letícia Taets - Revista Seleções O mês de junho chegou e com ele os festejos juninos! Preparando tudo para fazer a sua festa em casa, não pode faltar a tradicional paçoca de amendoim. Mas já...

Redação casa.com.br Com o Dia dos Namorados se aproximando, é uma boa hora para ir treinando as habilidades culinárias para preparar um prato cheio de amor e corações para aquele alguém...

Maria Fernanda Ziegler, da Agência Fapesp Quando se trata de ganhar massa e força muscular, é mais importante atentar para a quantidade de proteína ingerida do que para a origem do nutriente....

Guia da Cozinha Em mês de Festa Junina e dias frios, nada melhor do que um caldo verde para se aquecer e entrar no clima de São João. Esse prato tradicional é tão versátil quanto delicioso, por...

RELIGIÃO

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

Helio & Deise Peixoto “…não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4:18 {loadposition apoiador-estilo-vida} Mesmo sendo...

Frei Luiz Iakovacz Nas celebrações dominicais, leem-se três leituras bíblicas, das quais a primeira é sempre extraída do AT. No Tempo Pascal, porém, tanto nos dias de semana como nos domingos, proclama-se Atos dos Apóstolos. Com isso, a Igreja...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account