fbpx

Compartilhe
Pin It
Vanessa Selicani - Metro

A nova disparada do preço dos combustíveis e a expectativa de altas nos valores de serviços prestados às famílias devem trazer mais impactos neste ano para o bolso dos mais ricos. No primeiro ano da pandemia, quem mais sofreu com a inflação foram as famílias pobres, que possuem grande fatia do orçamento comprometido pelos gastos com alimentação.

infracao150421PIXABAY

A análise é feita pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), fundação vinculada ao Ministério da Economia. Enquanto a inflação acumulada entre janeiro e março deste ano ficou em 2,29% para os mais ricos, ela foi de 1,60% entre os mais pobres, divulgou ontem a instituição.

A taxa oficial medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o IPCA, faz a apuração para famílias de 1 a 40 salários mínimos (R$ 1,1 mil a R$ 44 mil). Neste recorte, a inflação oficial acumulada em três meses é de 2,05%. O instituto mede também o INPC, para renda domiciliar entre 1 a 5 salários mínimos (R$ 1,1 mil a R$ 5,5 mil), acumulada em 2021 em 1,96%.

O cálculo do Ipea aborda os impactos dos preços levando em conta os hábitos de consumo de seis faixas de renda diferentes, dando retrato mais fiel de acordo com cada perfil. “Uma família muito pobre, por exemplo, gasta praticamente seu orçamento com quatro itens: comida, transporte público, energia elétrica e outras despesas no domicílio, em que entram gás e aluguel. Já a família de renda mais alta consome ida ao cabeleireiro, pacote turístico, plano de saúde, colégio particular”, explica a economista do Ipea Maria Andréia Parente Lameiras.

Por conta dessas diferenças, o aumento expressivo dos valores dos alimentos impactaram em mais despesas aos de renda mais baixa no ano passado, enquanto os mais ricos tiveram alívios com descontos em mensalidades e a impossibilidade de frequentar espaços como cinemas e salões de beleza. “Foi um desastre para as famílias mais pobres, que também foram as mais impactadas com redução de renda durante a pandemia. Só não foi pior por conta do auxílio emergencial. Para os mais ricos, houve a possibilidade até de fazer poupança por ficar mais em casa com o isolamento”, diz a economista.

Mas a tendência neste ano é de inversão deste cenário com a alta nos combustíveis, puxada pela valorização do petróleo no mercado internacional. Maria acrescenta também a previsão de aumento em serviços como as mensalidades escolares. “Muitos setores não têm mais condições de manter descontos também neste ano. A gente espera reaquecimento da economia a partir do segundo trimestre, com pressão mais intensa na inflação dos mais ricos em 2021.”

Para o orçamento dos mais pobres, a economista do Ipea explica que os alimentos devem desacelerar, mas que a nova rodada de pagamento do auxílio emergencial manterá alguma pressão na inflação.

 

 

 

 

FONTE: https://www.metroworldnews.com.br/foco/2021/04/14/inflacao-mira-gastos-ricos.html

Comments fornecido por CComment

DO SEU INTERESSE

Curiosidades

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Recente no Site

MetSul Massa de ar de enorme intensidade chega ao Sul do país na próxima semana com temperatura...
Jéssica Gotlib Presidente convidou o homem a uma live e reforçou a fala racista dizendo que ele...
Brasil247 Foto: Reprodução Ativistas de direitos humanos, jornalistas e advogados em todo o mundo...

Notícias Nacionais

Parceiros & Apoiadores

Notícias Gastronomia

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de churrasco com acém e setinho fazer em casa facilmente. Uma versão um pouco mais econômica para o fim de semana. / Reprodução - YouTube...

Marina Estevão - Revista Seleções Bombom já é uma sobremesa deliciosa... Agora, imagina um bombom de leite Ninho caseiro e superfácil de fazer? © pamela_d_mcadams/iStock Bombom de leite Ninho:...

Pedro Marques Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça © Fornecido por Revista Menu Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça -  Paçoca do Beco, por Academia da Cachaça / Foto:...

Metro World News Confira uma receita prática e deliciosa de pudim de pão simples para fazer em casa facilmente. Uma preparação especial. / Reprodução - YouTube Receitas de Pai {loadposition...

RELIGIÃO

Pe. Ademir Guedes Azevedo, cp. Tem-se a impressão de que há um grande pessimismo em relação à época na qual vivemos. Por um lado, tudo é demonizado e nada vale a pena, pois só o passado era a única coisa mais bela desse mundo. Lá éramos felizes e...

Helio & Deise Peixoto “O tolo orgulhoso sofre por causa das coisas que diz, mas os sábios são protegidos pelas suas próprias palavras.”Provérbios 14:3 {loadposition apoiador-estilo-vida} Sabemos quão importante é obedecer à Palavra de Deus...

Fernando Rossit O fenômeno se traduz por uma estranha impressão de já ter vivenciado a cena presente e mesmo saber o que se vai passar em seguida, ainda que a situação que esteja a ser vivida seja inédita. Conhecido como déjà vu, ou paramnesia...

ESTILO DE VIDA

Divulgação

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account